domingo, 22 de janeiro de 2017

Passada de tomates

Olá, pessoal, estou de volta!!!

Depois de um longo e tenebroso inverno... sim, longo e tenebroso inverno, já que este blog ficou congelado por tanto tempo. Mas estou de volta, agora uma vovó de um netinho lindo de quase 2 anos. Assumi meus cabelos brancos, fiz mutias viagens legais, ri, chorei, vivi.

Em setembro do ano passado, realizei um sonho antigo: conhecer a Itália. Eu e meu marido viajamos muito por lá, amparados por uma grande amiga, uma verdadeira irmã, a Vaninha. Ela e o marido, Settimeo, vivem numa pequena cidade próxima de  Roma, onde plantam uva e oliva, além de legumes, verduras e frutas. Como ela diz, eles vivem no meio da comida. Hahahaha.

Foi a Vaninha quem me possibilitou participar de uma colheita da uva na Itália. Gente, é muito chique, não é? Fizemos a vindima, ou colheita das uvas, e depois ajudamos a fazer o vinho, que ficará pronto em junho deste ano. Quem sabe voltaremos lá e então teremos novas histórias pra contar. 

Também foi a Vaninha quem me ensinou a fazer macarrão, massa de pizza e a maravilhosa passada de tomates, que vamos fazer hoje. Passada de tomates nada mais é do que o molho de tomates sem tempero. E por que fazer, se posso comprar pronto? Porque é fácil, é natural, é mais saudável. Diga adeus aos molhos prontos, você nunca mais vai querer comprá-los. E, de quebra, ainda vai receber muuuitos elogios quando oferecer sua macarronada com esse molho super especial.

Então, esse post eu dedico à Vaninha.

Vamos começar?

Você vai precisar de:

- tomates
- duas panelas grandes
- uma peneira grande
- um garfo ou uma colher grande ou um soquete de madeira
- vidros para armazenar a passada

1 - Lave os tomates. Depois, coloque-os em uma panela com água e leve ao fogo.




2 - Deixe-os ferver por alguns minutos, até que comecem a rachar. O objetivo é que fique fácil de retirar a pele dos tomates. Escorra a água.




3 - Retire a pele dos tomates com a ajuda de um garfo. Coloque a peneira sobre a outra panela grande. Ponha uma parte dos tomates na peneira, já sem a pele, e comece a amassá-los. Dá um pouquinho de trabalho, mas vai valer a pena.




4 - Depois que passar todos os tomates pela peneira, coloque tudo em vidros. Deixe um espacinho no vidro, não encha até a boca. 



Tampe os vidros, coloque-os em uma panela grande com água e volte para o fogão. 



Deixe os vidros ferverem por duas horas. Não destampe os vidros. Ao final das duas horas, desligue o fogo, mas não retire os vidros da panela e mantenha-os tampados. Deixe que esfriem naturalmente. Quando estiverem totalmente frios, basta guardar os vidros no armário ou na geladeira, sem abri-los. 

5 - Você só vai abrir os vidros quando for usar os molhos. Basta refogar o molho em um pouco de óleo ou azeite, cebola e alho. Pode colocar um pouco de manjericão, isso dará um gostinho bem bom no molho. Mas isso é uma outra história que vou contar pra vocês em próximo post.

Espero que tenham gostado desse post de reinauguração do Cozinha da Rose.

Grande beijo.  

Dicas

Eu usei 10 kg de tomates para fazer nove vidros grandes de passada de tomates. 

Deixe os tomates esfriarem para tirar a pele. Fica bem mais fácil.

Ao invés de usar a peneira, você pode bater o tomate no liquidificador. Mas não bata muito. Se você quiser que fiquem alguns pedacinhos, use o pulsar, mas por poucas vezes. Se não quiser pedaços, então bata um pouco mais.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Bolo gelado de coco

Ontem foi dia de Cosme e Damião. Na verdade, não foi por esse motivo que fiz o bolo gelado de coco e levei pro meu trabalho. É que o pessoal adora quando levo um bolinho pra eles. E eu, claro, finjo que nem ligo, mas fico toda toda...

A coisa começou com a Lu, do nada, dizendo que estava com vontade de comer um bolo meu. Fala daqui, fala dali, não demorou e já chamou a Van para se juntar a ela. Bom, o resultado é que conseguiram. Eu resolvi fazer o bolo à noite para levar ontem.

Esse bolo é muito fácil e rápido de preparar. Não tem nenhuma dificuldade e fica muito bom. Eu fazia muito quando meus filhos eram pequenos. Naquela época, a maioria da meninada levava merenda de casa, não comprava na escola. E como esse bolo é muito fácil, se você tiver filhos na escola, experimente fazer e mandar como lanche. Aposto que os coleguinhas vão querer que seu filho divida com eles essa gostosura!

Aí vai a receitinha

Você vai precisar de

- 3 ovos
- 1 copo de leite (use copo médio)
- 1 colher de sopa de margarina
- 2 copos de açúcar
- 2 colheres de sopa de pó royal
- 2 copos de farinha de trigo
- 1 liquidificador. É isso mesmo, um liquidificador

Hora da diversão!

1 - Coloque tudo  no liquidificador. Até a farinha de trigo, tudo mesmo.

2 - Bata por uns 4 minutos. Enquanto isso, ligue o forno em temperatura alta para que vá esquentando.

3 - Passe um pouco de margarina em uma assadeira grande (não precisa ser muito grande, mas tem que ser maior do que as que você usa normalmente, porque as 2 colheres de pó royal fazem com que o bolo cresça muito). Despeje a massa na assadeira, coloque no forno e baixe um pouquinho a temperatura, deixando em mais ou menos 200 graus. Se o seu forno não tem marcador de temperatura, diminua somente um pouquinho a temperatura.

4 - Cada forno é de um jeito e não dá para falar com certeza quanto tempo o seu forno vai levar para assar o bolo. Geralmente, vão aí uns 20 minutos. Mas para ter certeza se está ou não assado, use o truque do garfo ou palito. Espete o bolo e, se o garfo ou palito sair limpo, ou seja, sem massa, está pronto. Desligue o forno, tire a assadeira e deixe esfriar.

Calda

- 1 xícara de leite
- 2 xícaras de açúcar
- coco ralado a gosto. Eu uso um pacote de coco, dos grandes.

Misture tudo e, com uma colher, vá molhando o bolo até que ele fique totalmente molhado e coberto pelo coco. Depois, é só colocar na geladeira para gelar por algumas horas. Eu costumo deixar de um dia para o outro na geladeira, fica bem mais gostoso.

Dicas

- Para ajudar a ficar bem molhadinho, antes de começar a colocar a calda, fure todo o bolo com um garfo.
- De vez em quando, misture a calda para que o coco não fique grudado nas beiradas da tigela. Assim, você garantirá que o bolo não fique só molhado, mas com coco por cima.
- Se você quiser, corte o bolo em quadradinhos e enrole cada pedaço no papel alumínio, antes de gelar. Coloque tudo num recipiente de plástico com tampa e leve à geladeira.
- Se você quiser variar o sabor, aí vai uma sugestão: troque o leite por suco de laranja natural. Com umas 3 laranjas, você faz esse bolo. E no final, ao invés de colocar leite e coco por cima, coloque uma mistura de açúcar de confeiteiro (mais ou menos uma xícara) com suco de limão (meio limão ou, se ficar muito duro, coloque mais um pouquinho de suco de limão). O açúcar de confeiteiro você compra no supermercado. Essa cobertura deve ter a consistência de uma pasta, ou seja, não pode ficar dura, porque você precisará espalhar por cima do bolo, mas não pode ficar muito mole, caindo pelos lados. 
- Outra variação é colocar leite e chocolate em pó na massa. E, como cobertura, faça um brigadeiro mais mole e passe por cima. Ou use Nutella. Ou então a calda do Bolo de Cenoura do Fernando. Também fica muito bom.
- Aproveite para testar outros sabores. Use sua criatividade e divirta-se... Bom apetite! 

Cup cake de cenoura com recheio e cobertura de Nutella - Cup cake do Theo!





Minha filha tem duas grandes amigas, a Cinthia e a Priscila, e as três são praticamente irmãs. Quando a Pri estava grávida do Theo, que já está com quase 1 aninho e é muito, muito fofo, Naiara e Cinthia foram convidadas para serem as madrinhas do Theo, junto com o irmão da Pri e o irmão do Ricardo. O batizado acontecerá neste final de semana e elas estão muito felizes.

Antes do Theo nascer, Naiara e Cinthia resolveram fazer um chá de bebê pra Priscila. A duas famílias, da Pri e do Ricardo, e muitos amigos se reuniram para a gostosa brincadeira de presentear o Theo. Minha filha resolveu fazer alguns cup cakes para levar. E fez de cenoura com recheio e cobertura de Nutella.




Resolvi postar essa delícia, porque é muito fácil e fica linda. A receita que ela usou foi a do bolo de cenoura do Fernando. Uma receita rendeu 24 cup cakes pequenos. E ela precisou de dois vidros e meio de Nutella. No final, ela decorou com açúcar colorido e em alguns ela colocou um enfeitezinho de bebê ou de chupeta. Ficou lindo!

Deu um pouco de trabalho para rechear, porque a Nutella é espessa. Ela usou um saco de confeitar para rechear os cup cakes, mas precisou da ajuda do namorado, Fábio, porque ficou bem pesado para rechear os cup cakes. Mesmo com a ajuda dele, foi 10 a 0 para o cup cake. Mas no final deu tudo certo e ficou muito bom.

Aí vai o passo a passo

1 - Prepare a massa conforme explicado na receita Bolo de Cenoura do Fernando. Coloque um pouquinho de massa nas forminhas, enchendo mais ou menos 2/3 do volume. Coloque as forminhas numa assadeira grande e leve ao forno, que já deverá estar quente. Eu faço assim: enquanto recheio o cup cake, ligo o forno na temperatura máxima para que o forno esteja bem quente quando eu for assar os bolinhos.

2 - Depois que colocar os bolinhos no forno, diminua um pouco a temperatura. Se seu forno tiver o mostrador de temperatura, deixe em 180 graus, mais ou menos. Se não tiver, deixe mais ou menos no meio, ou seja, com um temperatura que não seja a máxima nem a mínima.A sse até que cresçam e comecem a ficar morenos. Para saber se está bom, espete os bolinhos com um garfo ou palito de dentes. Se o garfo ou palito sair limpo, ou seja, sem massa, é porque está assado.

3 - Não precisa deixar o bolinho amorenar. Aliás, é melhor não deixar amorenar para que não fique seco. Tire a assadeira do forno e coloque num lugar arejado para esfriar. Depois de frio, coloque a Nutella no saco de confeitar com bico bem largo. Espete cada bolinho e recheie com a Nutella. Por cima, coloque mais Nutella, também usando o saco de confeitar. Quando estiver colocando a Nutella, vá girando o saco de confeitar para que fique igual na foto.

4 - No final, puxe um pouquinho o bico do saco de confeitar para cima, de modo que fique uma pontinha. Finalize colocando um enfeitezinho e, se desejar, açúcar cristal colorido. Veja a foto.




Seu cup cake de cenoura com Nutella está prontinho. Ficou lindo, não ficou? Fala a verdade! Agora, é só saborear. Tenho certeza de que está uma delícia! Hummmmm...

Sugestão

Se não quiser tomar uma surra do saco de confeitar, use uma colherzinha para rechear os cup cakes. Mas para fazer a cobertura com o efeito do cup cake do Theo, não vai ter jeito, vai ter que usar o saco de confeitar, mesmo.

Divirta-se e saboreie essa delícia!

domingo, 6 de novembro de 2011

Caldo de mandioca com linguiça calabresa defumada. Hummmm



Essa receita é para a Adriana. Ela ficou fã desse caldinho, que ela chama de sopa de mandioca, e não dá sossego pra mãe querendo que ela faça o caldo de mandioca. Mas faltava uma coisinha básica: a receita! Hehehe...

Adriana, aí vai a receitinha. É bem fácil. Um pouquinho trabalhosa, mas nada do outro mundo.

Você vai precisar de:
- 1/2 kg de mandioca descascada e picada. Não precisa ser pedaço muito pequeno.
- 2 gomos de linguiça calabresa defumada (mais ou menos 300gr) sem a pele e picada em cubinhos.
- 100 gr de bacon sem a pele e picadinho. Se a linguica for bem defumada, nem precisa do bacon, porque o gosto ficará bem forte. A não ser que você faça questão do gosto forte do bacon. Eu compro uma linguiça num lugar, aqui em São Paulo, chamado Torres. A linguiça é feita lá e é muito boa. Para essa, eu não uso bacon. É essa linguiça que vou usar, portanto não usarei o bacon, ok?
- 1 cebola picadinha.
- 2 dentes de alho socados ou picadinhos. Se você não tiver ou não gostar de alho, pode usar tempero pronto. Use meia colher de sopa.
- Salsinha e cebolinha picadinhas.

Vamos nos divertir!

1 - Coloque a mandioca para cozinhar. Pode ser em uma panela grande ou  na panela de pressão. Na panela de pressão vai mais rápido. Se for panela de aço com fundo triplo, vai ser bem rápido também. Ela cozinha quase como uma panela de pressão. Bom, coloque a mandioca na panela. Coloque água até cobrir a mandioca e ficar um pouco acima dela. Coloque meia colher de sal.




Tampe e deixe ferver. De vez em quando, enfie um garfo na mandioca para ver se ela está bem macia, meio molinha, fácil de amassar. Quando estiver assim, desligue o fogo.




2 - No copo do liquidificador, coloque um pouco de mandioca (até a metade do copo, mais ou menos) e coloque a água do cozimento. Bata. Se ficar muito grosso, coloque mais água. Pode ser da torneira mesmo, porque depois vai ferver de novo, ok? Você vai saber que está muito grosso, porque o liquidificador vai fazer um barulhão. Então desligue, coloque mais água, mexa com a colher (com o liquidificador desligado) para a água descer pro fundo do liquidificador. Retire a colher e ligue o liquidificador. Se ficar com a consistência de uma sopa, está certo. Vire esse caldo numa outra panela. Coloque mais mandioca e água no copo do liquidificador, bata. Vá fazendo assim até bater toda a mandioca.




3 - Numa outra panela grande, coloque o bacon para fritar (se você for usar o bacon). Não precisa colocar óleo. À medida em que o bacon for fritando, ele vai soltando gordura dele mesmo. Frite em fogo médio. Se o seu fogão tem uma chama bem alta ou se você estiver usando uma panela de aço de fundo triplo, frite em fogo baixo para não queimar. Não se esqueça de ir mexendo, de vez em quando, para não queimar nem pegar no fundo da panela, ok? Quando estiver frito (com aspecto de sequinho), retire o bacon e coloque a linguiça picada na panela. Se você não usou o bacon, então coloque uma colher de sopa de óleo na panela, junto com a linguiça, para fritá-la.





Mas não precisa fritar muito a linguiça. Ela não precisa ficar seca. É só para que ela fique meio frita e meio cozida. Mas não se esqueça de mexer sempre e usar fogo médio ou baixo para não queimar a linguiça e para que ela não grude no fundo da panela. Depois de frita, retire a linguiça.





Na mesma gordura, coloque a cebola. Frite um pouco até ficar molinha e começar a dourar. Veja que ela já vai ficar dourada assim que você começar a misturar, porque a panela estará com a rapinha que ficou no fundo da panela depois que você fritou a linguiça, tá bom? Depois que fritar a cebola, coloque o alho e continue fritando.




4 - Agora, vire a mandioca batida no liquidificador em cima dessa cebola e alho fritos. Misture bem. Acrescente a linguiça e o bacon que você fritou e deixe ferver por uns 5 minutos. Prove para ver se está bom de sal. Se estiver bom para o seu paladar, está ok.





Ferva por mais uns 5 minutos ou até que o caldo fique com a consistência de uma sopa grossinha. Não pode ficar com a consistência muito rala nem de mingau grosso. Se estiver rala, deixe ferver até ficar como uma sopa grossa. Se estiver muito grossa, coloque mais água e continue a ferver para engrossar um pouquinho.







5 - Pronto! Não doeu nada, né? Agora, é só colocar em xícaras bem grandes, próprias para caldos, colocar um pouco de cebolinha e salsinha picadas por cima. Está prontinho. A pimenta é opcional. Mas fica muito bom!




Sucesso!

Algumas dicas.
- Você pode fazer esse caldo usando, no lugar da linguiça ou junto com ela, lombo de porco ou carne de charque. Neste caso, use também o bacon.
- Se for usar o lombo, compre um bem pequeno. Pode ser pronto. Então, compre mais ou menos meio quilo. Você encontra na maioria dos supermercados. Nesse caso, é só desfiar a carne e juntar ao caldo quando ele começar a ferver (na hora em que você colocaria a linguiça e o bacon). Desfiar é muito fácil: corte a carne em pedaços. Pegue um pedaço e, com os dedos, vá puxando a carne em tirinhas. Faça isso com todos os pedaços. Prontinho. Está desfiada.
- Se a carne for crua, compre uns 700gr. Será preciso temperá-la com sal, alho e limão e cozinhá-la na pressão. Depois, desfie o lombo para usar junto com a linguiça (ou no lugar dela). 
- Se usar carne de charque: coloque de molho para tirar um pouco o sal. De preferência, faça isso no dia anterior. Vá trocando a água até que fique com pouco sal. O único de jeito de saber se está bom é experimentando a água ou um pedacinho da carne. Se estiver salgada, troque a água e deixe de molho. Depois de mais ou menos l hora experimente de novo para ver o sal. Continue fazendo isso até que a água ou a carne esteja boa de sal. Pique em pedaços (não precisa temperar) e coloque numa panela de pressão para cozinhar, com mais ou menos 1 copo de água. Depois de uns 30 minutos na pressão, desligue a panela e a leve para baixo da torneira aberta para tirar a pressão. Depois que parar de sair fumaça pelo pino da panela, abra a panela e retire a carne. Deixe esfriar, desfie a carne com as mãos e use no lugar da linguiça (ou junto com ela).
- Se você não usar linguiça defumada, lembre-se de que fica bem melhor se você colocar o bacon, ok?
- Se você gosta do sabor da cebola, mas não gosta de mastigar a cebola, faça assim: ao bater a mandioca no liquidificador, coloque a cebola picada para bater junto. Assim, você só vai fritar o alho ou tempero pronto.